Bethânia homenageia a Mangueira em álbum

Com repertório que reúne clássicos de Nelson Cavaquinho, Hermínio Bello de Carvalho, Paulinho da Viola, Guilherme de Brito, Paulinho Tapajós e Assis Valente, e sambas inéditos de Nelson Sargento e Tantinho da Mangueira, o álbum “Mangueira – a Menina dos Meus Olhos” está em fase de lançamento pela cantora Maria Bethânia. O disco é o agradecimento da artista à agremiação que se sagrou campeã em 2016 ao homenageá-la com o samba enredo “A Menina dos Olhos de Oyá”.

Gravado em Salvador e no Rio de Janeiro, com lançamento através do selo Quitanda, o álbum tem direção artística e repertório selecionado pela própria Maria Bethânia. O maestro, compositor e arranjador baiano Letieres Leite, idealizador da Orkestra Rumpilezz, formada em Salvador por músicos de sopros e percussão, assina os arranjos e a direção musical do projeto. “Quando eu fiz o disco, para agradecer a Mangueira, à homenagem que me prestou e à vitória que conquistamos juntos, pensei em trazer aquele som de Santo Amaro. Queria fazer uma coisa que fosse o samba do Rio de Janeiro, o samba da Mangueira – com sua tradição, seu estilo, sua sofisticação -, mas que trouxesse toda a memória musical de Santo Amaro, infantil, comovida da minha infância. Então eu convidei o Letieres Leite, que é baiano, mas que é um músico do mundo”, pontua Bethânia.

Além de celebrar a Estação Primeira de Mangueira e ilustres compositores, o álbum reúne nove faixas, entre eles dois sambas que concorreram em 2016, ano em que Maria Bethânia foi enredo da Escola, mas que permaneciam inéditos: “37 sambas concorreram, algo que não acontecia há muito tempo na Mangueira. Queria incluir no disco pelo menos dois que não se classificaram: optamos por um que tem entre os compositores o Tantinho, baluarte da Mangueira, e outro assinado pelo Seu Nelson Sargento com outros parceiros”.

 

   
   

bethania mangueira

Foto: Jorge Bispo

Com repertório que reúne clássicos de Nelson Cavaquinho, Hermínio Bello de Carvalho, Paulinho da Viola, Guilherme de Brito, Paulinho Tapajós e Assis Valente, e sambas inéditos de Nelson Sargento e Tantinho da Mangueira, o álbum “Mangueira – a Menina dos Meus Olhos” está em fase de lançamento pela cantora Maria Bethânia. O disco é o agradecimento da artista à agremiação que se sagrou campeã em 2016 ao homenageá-la com o samba enredo “A Menina dos Olhos de Oyá”.

Gravado em Salvador e no Rio de Janeiro, com lançamento através do selo Quitanda, o álbum tem direção artística e repertório selecionado pela própria Maria Bethânia. O maestro, compositor e arranjador baiano Letieres Leite, idealizador da Orkestra Rumpilezz, formada em Salvador por músicos de sopros e percussão, assina os arranjos e a direção musical do projeto. “Quando eu fiz o disco, para agradecer a Mangueira, à homenagem que me prestou e à vitória que conquistamos juntos, pensei em trazer aquele som de Santo Amaro. Queria fazer uma coisa que fosse o samba do Rio de Janeiro, o samba da Mangueira – com sua tradição, seu estilo, sua sofisticação -, mas que trouxesse toda a memória musical de Santo Amaro, infantil, comovida da minha infância. Então eu convidei o Letieres Leite, que é baiano, mas que é um músico do mundo”, pontua Bethânia.

Além de celebrar a Estação Primeira de Mangueira e ilustres compositores, o álbum reúne nove faixas, entre eles dois sambas que concorreram em 2016, ano em que Maria Bethânia foi enredo da Escola, mas que permaneciam inéditos: “37 sambas concorreram, algo que não acontecia há muito tempo na Mangueira. Queria incluir no disco pelo menos dois que não se classificaram: optamos por um que tem entre os compositores o Tantinho, baluarte da Mangueira, e outro assinado pelo Seu Nelson Sargento com outros parceiros”.

CAPA BETHANIA44

VEJA O REPERTÓRIO DO ÁLBUM (CAPA ACIMA):

  1. A FLOR E O ESPINHO (Alcides Caminha / Guilherme de Brito / Nelson Cavaquinho)
  1. MANGUEIRA (Assis Valente / Zequinha Reis)
  1. A MANGUEIRA É LÁ NO CÉU (Mauricio Tapajós / Hermínio Bello de Carvalho)
  1. HISTÓRIAS PRA NINAR GENTE GRANDE – SAMBA-ENREDO 2019 (Manu da Cuíca / Luiz Carlos Máximo / Deivid Domenico / Tomaz Miranda / Mama / Ronie Oliveira / Marcio Bola / Danilo Firmino)
  1. A MENINA DOS OLHOS DE OYÁ  (Tantinho / André Braga / Guilherme Sá / Alipio Carmo Jansen Carvalho / Marcos Tulio)
  1. MARIA BETHÂNIA, A MENINA DOS OLHOS DE OYÁ  (Nelson Sargento / Gustavo Louzada / Agenor de Oliveira / André Karta Marcada) – Part. especial Caetano Veloso e Moreno Veloso
  1. LUZ NEGRA (Nelson Cavaquinho)
  1. SEI LÁ MANGUEIRA (Paulinho da Viola / Hermínio Bello de Carvalho)
  1. MARIA BETHÂNIA, A MENINA DOS OLHOS DE OYÁ − SAMBA-ENREDO 2016  (Alemão do Cavaco / Almyr / Cadu / Lacyr D’Mangueira / Paulinho Bandolim / Renan Brandão)
CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK! ÚLTIMAS NOTÍCIAS!